segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Confirmada sessão de autógrafos de “A Batalha do Apocalipse” no Rio de Janeiro

Foto: Deive Pazos / Montagem: Fernando Henrique, o Goblin

Confirmada para este sábado, 26/12, a sessão de autógrafos do livro “A Batalha do Apocalipse” no Rio de Janeiro. O evento acontecerá de 18h – 22h no Brothers Hostel, o albergue gerenciado pelo nosso alienígena Afonso Tresdê.

O endereço do Brothers Hostel é Rua Farani, 18, no Flamengo. Clique aqui para ver o mapa.

Infelizmente NÃO venderemos livros lá, portanto, tragam os seus exemplares. Quem não conseguiu comprar, apareça para nos conhecer. Além de mim, haverá as presenças ilustres de Jovem Nerd, Azaghal, Senhora Jovem Nerd, Portuguesa, Bluehand e, é claro, do próprio Afonso Tresdê.

Então, não esqueçam.

Local: Brothers Hostel. Rua Farani, 18.
Dia: 26/12/2009 – sábado AGORA
Horário: 18h – 22h

Aguardamos todos lá!

São Paulo – Paulistas, fiquem ligados. Além dos autógrafos e do painel já confirmados na Campus Party 2010, no dia 26/01, estamos armando uma sessão FORA da #cparty. Avisaremos pelo meu Twitter (@eduardospohr) e pelo NerdCast.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Desvendando o final de A Batalha do Apocalipse (ou não)


Saudações, infernais e celestes!

Tenho recebido muitos emails, tweets e mensagens diretas de leitores confusos com o final de “A Batalha do Apocalipse”, então reproduzo aqui o texto que costumo enviar em resposta. Fiquem à vontade para debater nos comentários. Ah, e CUIDADO! Não continue se você ainda não terminou de ler ABdA. A seguir, puro SPOILER.

"ATÉ QUANDO ELES VOLTARAM A RODA DO TEMPO?"

Para entender o desfecho de "A Batalha do Apocalipse", é preciso, antes, compreender a questão do livre-arbítrio, tema que é colocado intensamente nas três partes. O romance fala sobre essa ideia de que cada um de nós construímos o nosso destino, da primeira à última página. O diálogo entre Ablon e Gabriel, em especial, é o mais significativo neste ponto.

Assim, tentei fazer, no final, algo coerente. A história fecha, mas deixa a bola nas nossas mãos, seres humanos, que somos os únicos que podem mudar o mundo. Essa é a mensagem do livro em branco, no final. Cada um constrói o seu próprio caminho. Se não houvesse aquele final, a obra toda simplesmente não teria sentido.

Dar uma resposta clara seria contrariar o que foi exposto durante toda a narrativa. Gabriel diz a Ablon que homens e anjos se alimentam da utopia que seria a existência de Deus, enquanto Deus está, na verdade, dentro de nós. Só nós mesmos podemos reger o nosso futuro. Às vezes isso irrita. Às vezes é desagradável, em nossas vidas, sermos obrigados a fazer certas escolhas. Mas é assim que a vida é.

Da mesma forma, eu, como autor, não podia dar essa resposta. É cada leitor que deve encontrá-la. Este é o simbolismo do epílogo de "A Batalha do Apocalipse".

Por um lado, deixar um final em aberto gera estranheza e revolta; por outro, dá ao leitor a possibilidade de criar seu (s) próprio (s) final (is) e interagir mais com esse universo.

LINKS

» Quer saber mais? Acompanhe a discussão no Orkut
» Tutorial: Como ler “A Batalha do Apocalipse”
» Comunidade no Orkut
» Página de discussão no Skoob

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Conheça mais sobre a história da Terra Santa e a origem do conflito árabe-israelense

Bandeira israelense hasteada em assentamentos na Cisjordânia. Foto: Reuters

A publicação do NerdCast 191: Os santos pecados das Cruzadas, nesta sexta-feira, despertou o interesse de alguns dos meus seguidores no Twitter para conhecer mais sobre a história da Terra Santa.

Batendo papo com o ilustrador Leandro Caracciolo, lembrei que eu havia feito, em 2002, minha monografia de final de curso (Jornalismo) justamente sobre a história do Oriente Médio e a gênese do conflito árabe-israelense.

Para quem gosta do tema, o trabalho, apesar de simplório, pode ser uma boa introdução para entender porque Jerusalém sempre foi, e talvez sempre será, o barril de pólvora do mundo.

Advertência: Este texto acadêmico baseia-se em fatos ocorridos até o ano de 2001. Muitos outros acontecimentos e perspectivas para a região já foram alterados até a presente data.

» Baixe aqui a monografia (.pdf)
» Escute o NerdCast 191: Cruzadas

Agradecimentos pela idéia do post: Leandro Caracciolo (@caracciolo)

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Baixe a versão 0.2 do RPG ABdA – e prepare-se para a Campus Party 2010

Arcanjo Miguel. Concepção artística: Andrés Ramos

Já está disponível para download gratuito a versão 0.2 do RPG inspirado no romance “A Batalha do Apocalipse – Da Queda dos Anjos ao Crepúsculo do Mundo”.

» Baixe o Livro I: Regras (.pdf)
» Baixe a ficha de personagem (.pdf)

Ainda está em processo de desenvolvimento o livro II: Cenário, onde jogadores e mestres conhecerão mais sobre a história do universo ABdA, conflitos, antagonistas, eventos cósmicos, conspirações, itens místicos, planos de existência, personagens e idéias para aventuras / campanhas.

Campus Party: Confirmada a mesa de jogo na Campus Party 2010. Falando de forma realista, acho improvável que todos consigam participar. Sugestões de organização são bem-vindas. Se alguma outra pessoa se dispor a mestrar, seria ótimo, porque assim poderíamos abrir várias mesas.

Importante: As regras de ABdA RPG ainda necessitam de mais testes. Portanto, quem tiver contribuições, pode postar aqui mesmo nos comentários ou me enviar por email. Este é um livro gratuito e participativo. Sintam-se à vontade para sugerir acréscimos ou alterações.

Ganhe um ingresso para a #cparty: Clique aqui e participe da promoção do blog "O Nerd Escritor". Você pode faturar uma entrada grátis!